Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

A Premier League contra a homofobia

O campeonato inglês adere à campanha #RainbowLaces na qual jogadores, treinadores e árbitros carregam laços coloridos e outros acessórios para apoiar a causa LGBT

  • A Premier League se une à campanha #RainbowLaces da Stonewall, uma organização britânica que tem como objetivo apoiar a todas as pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais, para promover a inclusão e a consciência dentro do esporte.
    1A Premier League se une à campanha #RainbowLaces da Stonewall, uma organização britânica que tem como objetivo apoiar a todas as pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais, para promover a inclusão e a consciência dentro do esporte. Getty Images
  • Os laços coloridos têm aparecido desde a sexta-feira passada e serão até o dia 3 de dezembro. A Premier League não é a única a apoiar a causa; também o fizeram a Associação Olímpica Britânica e a União de Rugby.
    2Os laços coloridos têm aparecido desde a sexta-feira passada e serão até o dia 3 de dezembro. A Premier League não é a única a apoiar a causa; também o fizeram a Associação Olímpica Britânica e a União de Rugby. Getty Images
  • Os arco-íris estiveram presentes em todos os estádios da Premier. Na foto, o treinador do Manchester City, Pep Guardiola, dá instruções enquanto o quarto árbitro levanta uma placa de substituição.
    3Os arco-íris estiveram presentes em todos os estádios da Premier. Na foto, o treinador do Manchester City, Pep Guardiola, dá instruções enquanto o quarto árbitro levanta uma placa de substituição. Getty Images
  • O arco do lendário estádio Wembley iluminado com as cores do arco-íris antes, durante e depois da partida entre Tottenham e West Bromwich: "O Tottenhan apoia com orgulho a campanha", diz o cartaz.
    4O arco do lendário estádio Wembley iluminado com as cores do arco-íris antes, durante e depois da partida entre Tottenham e West Bromwich: "O Tottenhan apoia com orgulho a campanha", diz o cartaz. Getty Images
  • Vincent Kompany, capitão do líder Manchester City, usou a faixa de capitão colorida durante o jogo contra o Huddersfield, pela 13ª rodada, que terminou com vitória de 2 a 1 para a equipe de Guardiola.
    5Vincent Kompany, capitão do líder Manchester City, usou a faixa de capitão colorida durante o jogo contra o Huddersfield, pela 13ª rodada, que terminou com vitória de 2 a 1 para a equipe de Guardiola. Getty Images
  • Ryan Atkin, primeiro árbitro profissional que falou abertamente sobre ser gay, destacou durante a jornada: "Não é necessário ser LGBT para ser partidário da campanha. De fato, os aliados dentro do esporte são mais importantes que nunca".
    6Ryan Atkin, primeiro árbitro profissional que falou abertamente sobre ser gay, destacou durante a jornada: "Não é necessário ser LGBT para ser partidário da campanha. De fato, os aliados dentro do esporte são mais importantes que nunca". Reuters
  • O Everton não reage no campeonato, mas nem isso e nem o frio impediram ao famoso aficionado 'Speedo Mick' de presenciar a partida contra o Southampton em St Mary's Stadium, com a bandeira do arco-íris em apoio à causa.
    7O Everton não reage no campeonato, mas nem isso e nem o frio impediram ao famoso aficionado 'Speedo Mick' de presenciar a partida contra o Southampton em St Mary's Stadium, com a bandeira do arco-íris em apoio à causa. AFP
  • Visão detalhada do pin da campanha que Paul Clement, treinador do Swansea City, utilizou em sua roupa durante a partida do sábado passado contra o Bournemouth pelo torneio inglês.
    8Visão detalhada do pin da campanha que Paul Clement, treinador do Swansea City, utilizou em sua roupa durante a partida do sábado passado contra o Bournemouth pelo torneio inglês. Getty Images
  • Wilfried Bony, capitão do Swansea, utilizando a faixa com a bandeira arco-íris. Jonjo Shelvey do Newcastle, Ryan Shawcross do Stoke City e Laurent Koscielny do Arsenal, entre outros, foram alguns capitães que também a utilizaram.
    9Wilfried Bony, capitão do Swansea, utilizando a faixa com a bandeira arco-íris. Jonjo Shelvey do Newcastle, Ryan Shawcross do Stoke City e Laurent Koscielny do Arsenal, entre outros, foram alguns capitães que também a utilizaram. Getty Images
  • A bandeira da Rainbow Laces com o escudo do Southampton. Segundo a investigação de Stonewall, 63% dos fanáticos por futebol disseram que deveria ser feito mais para que as pessoas LGBT se sintam aceitas nesse contexto.
    10A bandeira da Rainbow Laces com o escudo do Southampton. Segundo a investigação de Stonewall, 63% dos fanáticos por futebol disseram que deveria ser feito mais para que as pessoas LGBT se sintam aceitas nesse contexto. Getty Images